Um estudo da Nacional Center for Health Statistics, realizado em 2002, nos Estados Unidos, mostrou que 1,8% dos homens com idade entre 18 e 44 anos se consideravam bissexuais, contra 2,8% das mulheres com a mesma faixa etária. É mais fácil para a mulher assumir a bissexualidade – isso porque vivemos em uma sociedade machista em que homens acham lindo duas mulheres se beijando.

Os homens, contudo, sofrem preconceito de todos os lados. Elas afirmam não querer namorar um bissexual (Deve ser enrustido, é o que acham) e os gays os criticam por não assumirem logo a sua sexualidade.

No livro Understanding Human Sexuality, os autores Janet Shibley Hyde e John DeLamater afirmam que as mulheres geralmente iniciam sua vida sexual com um homem antes da sua primeira experiência homossexual (foi o que aconteceu comigo), enquanto os homens têm a sua primeira experiência homossexual antes de se envolverem com uma mulher.

Há algumas questões que trato no post “Como saber se sou bissexual?” – cito que pensar muito em pessoas do mesmo sexo e fantasiar com elas  podem ser indícios de uma tendência bissexual.

Antes eu achava que era apenas um desejo e isso não me fazia ser bissexual. Mas a vontade foi aumentado e quando experimentei, percebi que realmente precisava viver isso. Mas até então eu acreditava que era só uma curtição. “Para ser bissexual mesmo, eu preciso me apaixonar por uma mulher”, eu pensava. E não é que isso aconteceu? E sou muito feliz.