Carmen, personagem da série "The L World"

Além de ter amigos e familiares com a cabeça aberta, o que me ajudou muito a querer viver a minha bissexualidade foi um seriado lésbico chamado “The L World”.

Para quem quiser conhecer, pode fazer o download no Parada Lésbica, blog feito com muita competência por um grupo de meninas.  Quem preferir, também pode comprar o box das temporadas nas lojas virtuais, como Saraiva ou Submarino.

Abaixo, algumas cenas com Bette e Tina, um casal lésbico que mora junto e decide ter um filho.

O seriado é repleto de mensagens interessantes. A minha namorada diz que a trama a ajudou muito na sua aceitação. No meu caso, na verdade, ajudou a aumentar o desejo. Quando comecei a assistir, eu ainda não tinha tido nenhuma experiência com mulheres.

A bissexualidade e a homossexualidade são tratadas de forma muito natural. Desejos, traições, casamento, filhos, fuga, o primeiro beijo em uma mulher… muitas das nossas dúvidas e confusões são tratadas nesse clássico lésbico. A única grande falha, talvez, seja o final (São 6 temporadas). Mas não se abale por isso, vale muito a pena acompanhar a história dessas mulheres.

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=8xDpA6VGI7U&w=640&h=480]

The page you were looking for doesn't exist (404)

404!

The page you were looking for doesn't exist.

You may have mistyped the address or the page may have moved.