Todos os dias recebo comentários e e-mails de pessoas com grandes histórias. Os relatos são interessantíssimos. Agradeço a todos vocês por me ensinarem mais e por podermos compartilhar nossas experiências.

Quero destacar um dos últimos comentários: o de um “homem lésbico”. Ele estava com dúvidas sobre como se definir. O que é um “homem lésbico”? É um homem que gosta de mulher, mas gostaria de se relacionar com ela como se ele fosse uma mulher. Sabemos que é uma relação totalmente diferente. Ele não quer nenhuma “interferência masculina” nessa relação. Para as mulheres entenderem melhor: ele irá querer que você o trate como uma mulher e não se lembre de algo que possa identificá-lo como homem. Não sei se todos os “homens lésbicos” são assim (por favor, se houver mais “homens lésbicos” comentem). Quem quiser entender melhor, pode assistir o seriado “The L World”, que trata sobre o assunto na primeira temporada.

Sim, é tudo bem diferente. Mas quem não é diferente nessa vida? Pensamos e fazemos coisas que muitas pessoas nem imaginam. E ficamos nos martirizando achando que isso é algo anormal. Ser diferente é normal, meus amigos. Mas saiba que esse “diferente” também está na cabeça e nas ações de muitas pessoas – e provavelmente nem sonharemos quem são elas.

Desde que os seus sentimentos e vontades não envolvam machucar ou magoar qualquer outro ser humano, tudo é válido.

Não esqueçam do amor e do bom senso. E sejam felizes sendo bissexuais, homossexuais, crossdresser (homem que gosta de mulher e se veste como mulher) e o que vocês quiserem ser.

Grande abraço!

blogsoubi@gmail.com