Nessa sociedade (ainda) preconceituosa, uma das coisas que mais pode intrigar é querer saber quem é ou não é homo ou bissexual.

Se a menina me olha “diferente”, ela é? Se ela faz brincadeiras sobre o assunto, ela é? Se ela tem algum trejeito “masculino”, posso ter esperanças?

Adoraria ter uma fórmula para responder a todas essas questões. Mas ela não existe.

Roberta Salles e Samantha Reis, responsáveis pelo vídeo abaixo, falam com muito mais propriedade sobre esse assunto. Elas dizem que às vezes criamos uma “paixão cega” e acabamos “fantasiando” um desejo que não existe. A menina por quem você está apaixonada é apenas sua amiga e acabou.

O famoso “gaydar” (um “radar” que “criamos” para identificar se uma mulher é homo ou bi) às vezes é duvidoso. Existem meninas que podemos JURAR que são lésbicas. Elas têm trejeitos, fazem brincadeiras e até não se vestem de forma “tão feminina”, mas são absolutamente “heterossexuais”.

Devemos desistir? A dica das meninas do vídeo é: se você tem absoluta certeza de que ela é heterossexual, talvez seja melhor desistir. De repente ela até pode querer ter uma experiência diferente, resolve te dar um beijo ou ir além. Mas não vai querer um relacionamento – até poderia acontecer, mas não tenha tantas esperanças.

Como ter certeza se devo desistir? Se ela dá indícios de que possa ser bi ou homo, vale a pena tentar. Lembrando sempre que ela pode se sentir desconfortável e a amizade pode ruir.

Para entender melhor, assista ao vídeo. Ele faz parte de um “programa” feito para internet chamado “Dedilhadas”. É divertido, esclarecedor e te faz ver as coisas com mais naturalidade.

Infelizmente o último vídeo feito por elas é de março deste ano (Poxa, meninas, voltem logo). Quem quiser ver mais, é só acessar o site: http://dedilhadas.com.br/)

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=klWzpFsxJO4]

The page you were looking for doesn't exist (404)

404!

The page you were looking for doesn't exist.

You may have mistyped the address or the page may have moved.