Uma das primeiras perguntas que costumo receber quando alguém entra no blog é: será que sou bissexual?
As pessoas me contam que têm vontade de beijar alguém do mesmo sexo ao mesmo tempo que ainda sentem desejo pelo sexo oposto.

As histórias são sempre parecidas. As meninas costumam contar sobre o desejo em beijar uma amiga ou sobre a atração que sentem ao observar mulheres nas ruas. Nos relatos, é possível perceber o quanto essas garotas têm vontade de se envolver com outra mulher. Então, por que a dúvida sobre a bissexualidade? Por que essa questão atormenta tanto as pessoas?

No fundo, temos medo da reprovação da sociedade. Temos medo de descobrir que somos uma pessoa que talvez os nossos pais não gostem tanto. Não queremos nos esconder no trabalho ou nas ruas. Simplesmente, queremos ser aceitos pela maioria. Queremos ter um namorado admirado e elogiado por todos. Queremos ter uma família como nos filmes (com filhos e uma casa linda). Queremos tomar sorvete na rua de mãos dadas e nos beijar no metrô sem medo de olhares de reprovação.

A sua dúvida só existe porque você acha, no fundo, que esse sentimento é errado. E você não quer fazer algo que possa ser errado, que possa ser reprovado.

Eu sei o quanto é difícil aceitar isso inicialmente. E sei exatamente qual é a sua aflição. E a resposta que você precisa ouvir é: não é errado, muita gente faz escondido e a sociedade está caminhando para mudar esse preconceito.

A aprovação do casamento gay em alguns países (inclusive no Brasil) já mostra uma evolução da sociedade em relação a isso. Pense da seguinte forma. Em algumas épocas, as mulheres não podiam trabalhar, precisavam ser donas de casa e tinham até de aceitar a traição do marido caladas, porque era normal o homem trair enquanto você ficava cuidando de tudo na casa dele. Hoje, as mulheres conseguiram entrar no mercado de trabalho e conquistaram a sua independência. Se as mulheres de antigamente tivessem ficado paradas e com medo de serem reprovadas, a sociedade nunca teria evoluído.

O mesmo acontece com a homo e a bissexualidade. Se continuarmos querendo negar algo que somos e que pode nos fazer mais felizes, o mundo continuará com a mesma hipocrisia. Com pessoas sonhando e fazendo as coisas escondido, simplesmente porque querem agradar aos outros. Agora eu pergunto a vocês: a quem estamos tentando agradar?

The page you were looking for doesn't exist (404)

404!

The page you were looking for doesn't exist.

You may have mistyped the address or the page may have moved.