GaysHá duas semanas, foi possível comprovar que estamos vivendo em um Brasil cada vez mais diferente. Uma negra, assumidamente lésbica, ganhou o The Voice Brasil, um dos programas mais populares da televisão brasileira dos últimos tempos.

O mais interessante é que sempre quando ela cantava, as câmeras mostravam a namorada dela, torcendo pela vitória de seu amor.

Tudo isso não impediu que ela ganhasse o programa musical e fosse considerada a melhor competidora. Não importou à maioria dos brasileiros que votaram por sua vitória se ela era negra e lésbica.

O melhor de tudo é que uma das finalistas que competiu com a Ellen, a Maria Cristina, também deu indícios de que é lésbica. Falou, inclusive, que se fosse escolhida tentaria ganhar a Madonna. Mesmo com tudo isso ela era uma das favoritas.

O que quero dizer aqui é que se você é feliz, faz algo muito bem e não está se importanto com o que os outros vão pensar, verá o quanto o seu relacionamento homossexual pode ser considerado natural ou nem sequer levado em consideração.

Elas e os pais delas, que estavam lá torcendo pela felicidade de suas filhas, são exemplos a serem seguidos.