Brokeback-MountainAdoro conversar com meus amigos gays. Eles conseguem falar naturalmente e abertamente sobre qualquer assunto. Esses últimos dias, engatei uma boa conversa com um deles. Em tom divertido, ele começou a contar as suas conquistas.

- “Eu gosto de ficar com homens heterossexuais”. Eu e minha namorada fizemos cara de interrogação.
- “Como assim? Você fica com homens heteros?”, perguntei.
-”Sim, sim, adoro. Fico com aqueles caras que vocês nunca imaginariam que ficariam com um homem, bem machões, sabe? Tem aqueles bem ‘manos’ também, os casados… tem de tudo”.
- E por que você não fica com homens ‘gays’?
- Não sei, eu não gosto.
- Talvez você goste do prazer de conquistar um homem que teoricamente não se envolveria com você
- Pode ser…

Obviamente, esses homens “heterossexuais” não podem ser definidos dessa forma. Na verdade, eles podem ser gays que não querem sair do armário, bissexuais ou qualquer outra definição que poderíamos dar a eles. Ou talvez fosse melhor tirar qualquer rótulo.

Precisamos tirar esses esteriótipos de que gays e lésbicas precisam ter trejeitos, precisam “dar pinta”.  Muitas pessoas me perguntam: “como descobrir se uma pessoa é gay ou bissexual?”. Sinceramente, não existe uma fórmula. Como já falei por aqui, alguns detalhes em algumas pessoas podem “denunciá-las”, mas muitas vezes eles não existem. A mulher mais feminina ou o homem mais “machão” podem gostar de pessoas do mesmo sexo e você nunca vai imaginar apenas observando ou tentando deduzir isso por meio de comentários ou atitudes. A verdade é que, na maioria das vezes, temos uma ideia errada do que é ser gay, lésbica ou bissexual. Ninguém deixa de ser homem ou mulher por isso.

The page you were looking for doesn't exist (404)

404!

The page you were looking for doesn't exist.

You may have mistyped the address or the page may have moved.