Golden gene in DNAUm dos assuntos mais comentados nos últimos dias na web é a entrevista que o pastor Silas Malafaia deu à jornalista Marília Gabriela. O líder da igreja Assembleia de Deus Vitória em Cristo afirmou na entrevista que “ninguém nasce gay, homossexualidade* é um comportamento”.

Para defender a sua tese, o pastor cita uma série de estudos genéticos. São as mesmas teorias que costumo ouvir de muitas pessoas preconceituosas ou até de gays que não se aceitam e estão “tentando se encontrar”.

Há muita gente que leva teorias como a de Malafaia a sério. São famílias de homossexuais que não os aceitam dentro de casa. São homossexuais tentando “mudar a sua orientação sexual”. São pessoas que mantêm um relacionamento heterossexual para agradar a família e a sociedade quando na verdade são apaixonadas por alguém do mesmo sexo. São seres humanos que vivem infelizes querendo não sentir o que sentem.

Quantas vezes você, homo ou  bissexual, já não se sentiu mal ao ouvir alguém com “argumentos genéticos” falar sobre a sua sexualidade? Quantas vezes você não desejou ser heterossexual para se encaixar nesse padrão que dizem ser o “certo”, o “único caminho verdadeiro”?

Dificilmente um gay, uma lésbica ou um bissexual nunca se sentiu mal quando se deu conta de seus verdadeiros sentimentos. Contudo, a ciência vem avançando cada vez mais para mostrar que não há nada de errado em ser homossexual. Os estudos elencados pelo geneticista Eli Vieira, no vídeo abaixo, são exemplos desse avanço científico.

*O pastor usa a palavra homossexualismo, mas o termo não é mais utilizado pois fazia associação com doença mental

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=3wx3fdnOEos]