SONY DSCNão é a primeira vez que recebo um e-mail de um heterossexual querendo descobrir se a sua namorada é bissexual. O último deles é de um homem que diz não ter preconceito sobre o assunto. Sua intenção é apenas entender melhor os desejos e sentimentos de sua amada.

Sempre respondo às questões por e-mail, mas ele pediu que a minha opinião fosse dada por aqui. Por isso, saibam que todo o e-mail sempre fica mantido sob sigilo, ok? Comentários são feitos no blog apenas a pedidos.

Pois bem, ele conta que sua namorada já teve experiências com mulheres quando mais nova. A primeira vez foi aos seis anos. Ela beijava uma coleguinha todos os dias na creche. A segunda vez foi aos 11 anos com uma vizinha. Depois disso, ele não descobriu nenhuma outra relação homossexual de sua namorada.

Essas confissões fizeram com que ele questionasse a sua namorada sobre a sua sexualidade. Ele descreve o diálogo:

- Olha, você é bissexual
- Não cara, não sou
-Você ficou com uma pessoa do mesmo sexo, sentiu atração, desejo, como pode dizer que é hetero?
-Não sei, não sei nem por que eu fiquei com elas, e não quero conversar sobre esse assunto, é chato, NÃO quero conversar…

Ele conta que ela não gosta nem de tocar no assunto. Fica irritada e sempre desconversa. Insiste que não sente atração alguma por mulheres e esse passado não significou nada.

Admitir uma possível bissexualidade, no entanto, não abalaria o namoro, segundo ele. ”Eu amo muito a minha namorada, continuaria com ela do mesmo jeito, respeitando por igual se ela fosse bissexual. Só que é uma dúvida que me mata, porque eu não sei o que a pessoa que estou namorando pensa’, diz ele.

A primeira coisa que quero refletir aqui com vocês é sobre a postura da garota. É provável que ela sinta atração por mulheres, mas não consegue lidar muito bem com o assunto. Admitir isso a alguém pode abrir uma “grande porta” na sua sexualidade e fazer com que ela tenha “crises” (por ter preconceito contra si mesma) ou coragem de reviver experiências como essas.

Sobre o namorado, tenho algumas perguntas e peço a ele para responder por aqui. Por que é tão importante a você saber se ela é bissexual? O que mudará na relação de vocês? Você está se sentindo inseguro ou acredita que ela possa gostar mais de mulher do que de homem?

Se o seu objetivo é mesmo apenas conhecê-la melhor, então talvez seja melhor deixá-la à vontade para falar sobre o assunto. Ninguém admite algo assim pressionado. Quando eu era mais nova, sempre me questionavam sobre o assunto e eu também me sentia extremamente incomodada. Até tremia por dentro só com as palavras “lésbica” e “bissexual”. É aparentemente o mesmo que acontece com a sua namorada, mas como eu não a conheço não posso afirmar se ela realmente é como eu.

Além disso, o fato de ela ter tido experiências quando nova também não significa muita coisa. Há psicólogos que apontam que na infância e na adolescência a pessoa está apenas se descobrindo e isso não necessariamente refletirá na idade adulta.

Outros psicólogos dizem que os primeiros indícios de homossexualidade (ou da bissexualidade) surgem a partir dos cinco anos (uma média), o que poderia se encaixar no caso da sua namorada. Apesar disso, esse mesmo psicólogo afirma que as relações com alguém do mesmo sexo não necessariamente indicam que essa pessoa será homossexual.

Na verdade, acho que o mais importante é saber se você realmente a ama e se esse amor é recíproco. O resto você vai descobrindo aos poucos, com calma e sem pressão. Não precisa apontar o dedo a ela dizendo “você é bissexual”. Tente conversar sempre com naturalidade demonstrando que você não tem preconceito e que ela pode confiar a você esse segredo (se é que ele realmente existe). Boa sorte!

The page you were looking for doesn't exist (404)

404!

The page you were looking for doesn't exist.

You may have mistyped the address or the page may have moved.