AlanDepois de defender a “cura gay” durante anos, Alan Chambers, líder de uma das maiores comunidades cristãs do mundo, a Exodus International, escreveu um texto  pedindo desculpas por todo o sofrimento causado a seus “pacientes”.

“Saibam que estou profundamente arrependido. Lamento pela dor e mágoa que muitos de vocês experimentaram. Lamento por alguns de vocês terem sentido culpa e vergonha quando a atração não se alterou. Lamento por ter promovido teorias de reparação à orientação sexual.”

Ele escreveu ainda que há muitos anos têm omitido a sua atração por pessoas do mesmo sexo. “Eu tinha medo de compartilhar esse sentimento tão rapidamente e facilmente como faço hoje. Ele me trouxe uma tremenda vergonha e o escondi na esperança de que ele iria embora. Olhando para trás, parece tão estranho, mas eu pensei que poderia fazer alguma coisa Os dias de sentir vergonha passaram e, agora, eu me aceito como minha esposa e família o fazem. Como meus amigos o fazem. Como Deus faz”.

Chambers lamentou não compartilhar publicamente que seus amigos gays e lésbicas eram tão capazes de ser pais e mães maravilhosos quanto os seus amigos heterossexuais.

Aos 37 anos, ele reconheceu que prejudicou muita gente, partiu corações e decepcionou famílias em prol de um “sistema ignorante”, como ele mesmo definiu.

Dito tudo isso, a Exodus fechará suas portas e ele criará uma nova comunidade com outra diretriz. Quem sabe não serve de exemplo para outras pessoas? E deve servir também para nós, que devemos começar a encarar esse sentimento com alegria e naturalidade.

The page you were looking for doesn't exist (404)

404!

The page you were looking for doesn't exist.

You may have mistyped the address or the page may have moved.