GaysMuitas mulheres já me fizeram essa pergunta. Uma delas me contou que no início do relacionamento, o homem por quem estava apaixonada confessou que também se atraía por homens.

Ela dizia que o amava, mas se sentia insegura em firmar uma relação. Será que ele não é um “gay enrustido?”. Ele ainda não havia se relacionado com nenhum homem, mas sabia desse sentimento e queria apenas compartilhá-lo com ela. Era importante que ela soubesse desde o começo quem ele realmente era.

Não dava para vê-lo da mesma forma, me confidenciou essa mulher. Ela tinha medo de ser trocada em algum momento por um homem. E quem não tem medo de ser trocado a qualquer momento? Isso pode acontecer com um homem ou uma mulher. Se já não houver mais amor, não importa se o cara é bissexual ou o mais heterossexual de todos.

É fato que muitos gays insistem em relacionamentos heterossexuais para não terem de lidar com a sua verdadeira sexualidade. Mas não acredito que seja o caso de todos os homens. Existe um machismo muito grande por parte de muitas mulheres. Elas podem ser bissexuais, mas seus parceiros não podem nem ao menos pensar em um rosto barbado.

Preconceitos como esse fazem com que eu receba uma enxurrada de e-mails de homens tristes por não poderem compartilhar esse sentimento com suas namoradas e esposas. Alguns contam que já se relacionaram com outros homens (quando eram solteiros), mas nem por sonho falariam isso para suas parceiras. Elas nunca aceitariam, dizem eles.

Por enquanto, é melhor muitos homens continuarem fingindo que são os “machões” que a sociedade quer que eles sejam. Ou começarem a quebrar tabus.