Há mais de 10 anos, uma novela da TV Globo transmitiu um beijo gay. As bocas eram das personagens interpretadas por Alinne Moraes e Paula Picarelli, em Mulheres Apaixonadas (2003). Como vocês poderão ver no vídeo abaixo, o selinho foi bem tímido, até um pouco distante da boca, mas simbólico.


Passada mais de uma década, o Brasil ainda cria uma grande polêmica sobre um beijo gay em novela, como se fosse preciso pedir desculpas ao conservadorismo. Nesta sexta-feira (31/01), muitos brasileiros torcem por um beijo entre os personagens Félix (Mateus Solano) e Niko (Thiago Fragoso). Em seu Facebook, o deputado federal Jean Wyllys, homossexual assumido, criou até uma campanha intitulada 
#BeijaFelix clamando por esse acontecimento. “As cenas de afeto entre Félix e Niko já são uma vitória, é certo, mas falta o beijo. É preciso exibi-lo no último capítulo. Do contrário, a oportunidade cairá de maduro e a Globo terá perdido o trem da história”, disse ele em seu Facebook.

O BlogSoubi faz votos para que essa campanha surta algum efeito no final da trama. Se a intenção do autor era começar a minar o preconceito homossexual, o beijo precisa acontecer. 

Mas enquanto aguardamos apenas um selinho (minha expectativa é baixa), o SBT não precisou de campanha para transmitir um beijo lésbico (não foi um simples selinho), na novela Amor e Revolução (2011). Nem a TV Manchete em Mãe de Santo (1990), há mais de 20 anos. Pasmem.

Amor e Revolução (2011), SBT


Mãe de Santo (1990), TV Manchete

The page you were looking for doesn't exist (404)

404!

The page you were looking for doesn't exist.

You may have mistyped the address or the page may have moved.