Cheiro_CristobalEscanilla

Crédito :Cristóbal Escanilla

De que adianta uma visão agradável, se não há química? E um dos fatores primordiais para essa química pode ser o cheiro – mais precisamente os feromônios, que são substâncias ligadas à atração sexual.

Um estudo feito por médicos do Instituto Karolinksa, em Estocolmo, mostrou que homens ao sentirem o cheiro de amostras de hormônio femininos apresentavam aumento das emoções e impulsos sexuais, segundo reportagem da revista Veja, publicada em 2005. Nas mulheres, o resultado em relação ao odor do suor masculino foi a mesma. A surpresa dos pesquisadores foi verificar que os homossexuais masculinos tiveram as mesmas reações que as mulheres heterossexuais.

Apesar das descobertas, um levantamento feito pela revista Science, também em 2005, mostrou que há ainda mais de 100 questões não respondidas pelos cientistas a respeito dos feromônios sexuais, de acordo com a Mundo Educação. Em outras palavras, ainda há dúvidas sobre a relação que o cheiro tem com a atração sexual.

Muitas mulheres já me contaram que, apesar de sentir atração física pelo parceiro ou parceira, não foi possível continuar o relacionamento por esse simples motivo: o cheiro da pessoa não era agradável.

Há relatos de amigos e leitores comprovando a teoria de que o cheiro é um fator primordial na hora da relação. Logo, para muita gente, se o cheiro natural não agradar, não adianta lotar de perfume ou colônia. É a natureza mostrando que você não é compatível com aquele outro ser humano.

Vocês acreditam que cheiro é realmente um fator de influência? Já deixaram de se relacionar com alguém por conta disso?