Sou uma mulher de 40 anos. Comecei a entrar no Portal Diversidade para conhecer pessoas, principalmente bissexuais. Mas não é fácil encontrar alguém que não esteja focado em sexo exclusivamente.

Queria muito conhecer alguém que não se importe se o encontro vai terminar em amizade, ficada, namoro ou até mesmo sexo. Claro que a maioria de nós tem expectativa de ao menos um vinho e um beijo, mas isso será apenas uma boa consequência.

Percebo que muitas das pessoas que passam pelo portal não interagem, porque querem uma conversa mais profunda – são realmente pessoas românticas e sensíveis que querem apenas um espaço para desabafar. Escrevo esse texto para o portal para reunir essas pessoas e trocarmos experiências.

Muitas vezes, no portal, não consigo dialogar com pessoas que têm o mesmo pensamento que o meu e acabamos tendo essa troca por e-mail ou WhatsApp. Minha esperança é que possamos falar sobre nossos medos, dúvidas e paixões sem receio de receber convites dotados exclusivamente de intenção sexual.

O dilema dos casados

Recebo e-mails de pessoas casadas assumidamente bissexuais, ou mesmo descobrindo sua bissexualidade, afirmando que o parceiro (ou parceira) sabe e respeito a escolha, mas assim como eu, não estão a fim de simplesmente sair com alguém do chat para sexo e nada mais.

Quando chegamos aos 40, o sexo continua sendo necessário – queremos e gostamos, mas é uma consequência. No chat, enquanto combinamos um local para encontro, beber e trocar ideia, a pessoa do outro lado já digita: “Depois, vamos para qual motel? O seu marido vai junto hoje?”. Muitos se assustam com essa abordagem e acabam não interagindo e falam comigo no privado ou só por e-mail.

Por isso, reforço: esse texto é para reunir por aqui as pessoas casadas bissexuais românticas com mais de 40 anos. Nós já passamos da fase do “hoje todo mundo pega todo mundo”.

No meu caso, quero uma mulher romântica, que não esteja buscando ménage e busque uma troca realmente verdadeira e intensa.

Agradeço ao Portal Diversidade pelo espaço e aguardo comentários dos casados românticos.